URBANISMO CAMINHÁVEL

Caminhabilidade urbana

A correção da prioridade excessiva de veículos individuais motorizados sobre os outros modais de mobilidade não está ligada somente a campos como a saúde, mas também com a reapropriação do espaço público pelos moradores e ao papel das cidades na descarbonização do clima. O projeto-piloto de 2015 colocou Jundiaí na vanguarda das cidades médias brasileiras no tema, alinhando-se ao debate internacional liderado por urbanistas como Jahn Gel.
Os conceitos disseminados nas atividades envolveram oficinas técnicas ou mistas, onde circuitos de duas horas usaram métodos de “walkability” (índices de caminhabilidade) que abrangem não apenas as calçadas mas também conforto, ruídos, percepção de segurança, sinalização para pedestres, sombreamento, travessias, relação dos imóveis com a rua e outros tópicos.

Trabalhos interativos

Com forte visibilidade em um conteiner adaptado temporariamente no ponto mais central da cidade, o projeto-piloto abrangeu moradores antigos, estudantes, crianças, professores, ciclistas, pessoas em situação de rua, turistas e técnicos públicos ou privados dos mais variados setores. Ficou claro que métodos usados para o tráfego de veículos motorizados podem ser muito enriquecidos quando usados para o fluxo de pessoas ou bicicletas. E todos podem contribuir de alguma forma com essa reflexão.

Convívio e negócios

A questão do conforto do pedestre, incluindo espaços de descanso ao longo de suas rotas, também abrange os aspectos do convívio social e da acessibilidade. Ao mesmo tempo, beneficia a interação com vitrines e serviços e até a segurança pública.

Experiências

As atividades do projeto tiveram temas como a contagem de pedestres (observação do espaço público), a apropriação da cidade por crianças e idosos, o uso de centros históricos como museus de rua e até mapeamento de espaços culturais ou de memória. Mas as participações mais entusiasmadas foram em oficinas de marcenaria para mobiliário urbano ou de “parklets”, micropraças sobre vagas de veículos na rua.